Meditações 2020

Manifestando-se através dos chakras

Por Ram Krishan Singh

Fonte: www.3ho.org – Yogic Living

———-Como seres humanos, somos abençoados com o potencial de servir como instrumentos conscientes do fluxo da criação. Podemos nos alinhar com o processo natural e trabalhar com ele para manifestar as formas mais elevadas de inteligência do Universo em nosso planeta. Essa ciência pode ser conceitualizada e estudada através da estrutura dos chakras.

———-Todo o processo de criação flui do Infinito. O ponto de conexão energético de cada indivíduo é o lótus de mil pétalas chamado chakra da coroa. Um fluxo constante de inspiração flui a partir deste ponto. Esse fluxo é intuitivo e sutil – é anterior ao pensamento ou à forma. Ao sintonizar nossa conexão com o Infinito através do momento presente, nos permitimos receber inspiração divina que pode guiar nossas vidas.

———-Ao permitirmos que essa inspiração divina flua através de nós, ela chega ao Terceiro Olho e se torna uma visão. Este é um centro de clara visão de inteligência e foco, necessária para que esse processo consciente de manifestação continue. Com uma visão clara, há uma meta e uma direção que nos dão um propósito.

———-A visão continua então para o chakra da garganta, onde recebe estrutura prática. Este é o centro da criatividade – onde o plano prático é formado. Assim como um plano de negócios é seguido para criar um negócio e uma composição musical escrita é tocada para criar uma melodia musical, nossa visão também se torna um caminho de manifestação, com passos claros adiante.

———-O que pode ser considerado a parte mais importante do processo de manifestação é o coração. Este centro é onde o amor, a devoção e a alegria emanam. Se a visão está alinhada com o destino, ativa a produção de um combustível natural para a manifestação chamada devoção. A devoção é emoção quando é direcionada ao destino, e a devoção cria uma experiência psicoemocional de conexão com o propósito. Somente a experiência fornece uma sensação de satisfação e conexão que permite que o ser humano seja centrado no momento presente a cada passo do caminho.

———-A devoção é então canalizada para a atividade à medida que se move para o plexo solar. Este é o centro da vontade e da ação. Através deste centro, afetamos o mundo. Nossa ação é alimentada pela energia da devoção do coração, em passos práticos, em direção a uma grande visão guiada pelo Infinito. Experimentamos um senso de propósito inabalável.

———-Onde, muitas vezes, uma visão pode ficar aquém de sua plena manifestação é quando atinge o centro sacral. Este é o centro de flexibilidade e fluidez. Exige que o indivíduo seja adaptável às realidades do mundo e ainda assim mantenha a integridade da visão. Requer a capacidade de dobrar e se adaptar, e apenas porque a visão não parece exatamente como é imaginada, ainda há a capacidade de continuar permitindo que o Universo apresente as situações perfeitas em cada momento e aja com integridade.

———-A visão se manifesta quando atinge o chakra da raiz. Este é o centro da modalidade. Se imaginarmos o fluxo cósmico de energia como uma corrente, ele se move em direção à manifestação e realiza a forma perfeita através de um processo no tempo e no espaço.

———-O processo é linear ao longo do tempo e atemporal. Em certo sentido, uma visão requer devoção e movimento para surgir. No entanto, em outro sentido, quando estamos abertos a todos os níveis do processo de uma só vez, experimentamos ser infinito e finito ao mesmo tempo. Honramos a perfeição da criação e nosso papel como servo de nosso propósito, conforme determinado pelo Criador.

———-Nosso verdadeiro eu cristaliza quando nos comprometemos com nossa Visão e encontramos a totalidade no alinhamento com o nosso destino, aqui e agora.

———-Esse processo criativo de manifestar destino é o caminho da espiritualidade para a Era de Aquário. Longe vão os tempos de reclusão e prática austera, separados da vida mundana. Agora, a meditação é a lembrança do Infinito, ao servir a visão viva única e em constante evolução de cada indivíduo.

———-Toda a prática que leva à libertação da limitação e cristalização da identidade infinita está completamente contida no compromisso e devoção ao destino. Ao alinhar todas as facetas do ser ao fluxo do Infinito, a individualidade se funde no fluxo infinito da criação.

———-Cada um de nós é mestre; criamos nossa realidade a cada momento. Cabe a cada indivíduo interromper a estática cultural e alcançar a corrente sonora original que é a canção da Alma, e permitir que sua expressão mais completa seja incorporada na Terra!

Tapa Yog Karam Kriya: entregue suas intenções

———-Podemos melhorar nosso calibre para entregar nossas intenções e agir de maneira eficaz, desenvolvendo uma vontade que nos leva além dos hábitos de despromoção que interferem em nossos esforços conscientes.

———-Quando nos guiamos e não estamos mais à mercê dos hábitos subconscientes, então nos tornamos o mestre do Ser. Mas superar velhos hábitos e iniciar novos requer fortes nervos e força de vontade.

———-Sem nervos fortes e força de vontade, você perde o foco e falha em concluir o projeto, ou é levado a concluí-lo, mas não sabe que passo dar. Quando equilibrado, você organiza instintivamente sequências de detalhes da produção e é mestre em orientar os projetos até a conclusão.

———-Esse kriya desenvolve força de vontade e lhe dá a capacidade de entender os elementos de sua personalidade. Você pode saber o que está pensando e regular o fluxo desses pensamentos. É perfeito para superar a dificuldade de concluir projetos e fazer o que você pretende.

Postura: Sente-se em uma pose meditativa.

Mudra: junte as palmas das mãos e estenda os braços para a frente paralelos ao chão. As palmas das mãos se enfrentam. Coloque os pulsos juntos. Em seguida, afaste as palmas das mãos o máximo que puder, como se estivesse empurrando contra uma parede.

Olhos: os olhos estão ligeiramente abertos, olhando para a ponta do nariz.

Mantra: Comece cantando ritmicamente: Sat Nam, Sat Nam, Sat Nam, Sat Nam, Sat Nam, Sat Nam, Wahe Guru.

Tempo: Continue por 11 minutos.

© The Teachings of Yogi Bhajan

Cadastre-se em nossa

Newsletter

Copyright [AKYM BR] – Associação Nacional de Professores de Kundalini Yoga.

Mensagem para a Sangat Nacional de Professores

   A AKYM abriu oportunidades aos professores associados que estejam interessados em se voluntariarem na participação de novos projetos.
   Quando desejarem participar de um seva, não esperem nada em troca, mas inevitavelmente ganharão experiência e a alegria do pertencimento. Assim são os professores que dão aulas pela AKYM, eles se projetam e se tornam conhecidos por um grupo muito mais vasto. E, nós, da AKYM, ficamos felizes em dar esta oportunidade aos nossos professores e a unir ainda mais nossa associação.
    O primeiro projeto aberto aos voluntários, é conduzir uma meditação diária, às 18h, no sistema de rodízio, isto é, será realizada uma escala e cada professor voluntário ficará responsável por determinado dia, de acordo com a sua disponibilidade.
    E mais, se você ainda não se animou em participar por dificuldades ou insegurança no uso da plataforma Zoom, a AKYM providenciará uma oficina para esclarecer dúvidas e oferecer treinamento no uso da ferramenta.
  Por fim, a AKYM também está planejando montar grupos de estudos com objetivo de aperfeiçoamento e crescimento aos professores voluntários que estiverem participando dos projetos. Aguarde!!!

A AKYM está com você, a AKYM pensa em você, a AKYM é para você.
Aguardamos sua adesão e seu entusiasmo.